D'Arthy Gráfica

Tipos de papel: qual a importância deles para sua impressão?

Tipos de papel: qual a importância deles para sua impressão?

Escolher o tipo de papel no qual o material gráfico será impresso é uma das decisões mais importantes na hora de fechar a peça com a gráfica. No mercado, estão disponíveis diversas opções, com variadas gramaturas, texturas e cores. 

Por isso, preparamos este guia para você ser certeiro na sua escolha e obter um material com qualidade. Confira!

Conceitos básicos

Cores

A cor do papel e suas características são muito importantes quando falamos de impressão, porque influenciam na composição das cores e leitura. Os papéis reciclados, por ter uma cor menos branca, causam alterações nas tintas que são aplicadas. Portanto, quando tiver uma peça colorida, aqueles com alto grau de alvura são os mais indicados. 

Para materiais editoriais, como livros e apostilas, são recomendadas as opções amareladas, pois ajudam a evitar o cansaço visual e a transparência da página. Dessa forma, imagens e textos não aparecem no verso.

Gramatura

Se você produz impressos com frequência, com certeza já ouviu falar nessa expressão. Ela representa a densidade em gramas por metro quadrado (g/m²). Muitos confundem esse valor com a espessura, mas são completamente diferentes, sendo que um é o peso e o outro refere-se à compactação das fibras. 

As principais medidas são:

  • 30g a 63g;
  • 75g a 120g;
  • 120g a 240g;
  • 250g a 350g.

Formato

Saber exatamente o tamanho do papel que você vai utilizar é muito importante para evitar desperdícios e, consequentemente, baratear o custo do seu projeto, principalmente se estivermos falando de impressões em grande escala. Além, é claro, de atrapalhar a qualidade do impresso e a percepção do cliente. A classificação mais utilizada pelo público é a série A, do padrão ISO 216, que tem as seguintes medidas:

  • A0: 841 mm X 1189 mm;
  • A1: 594 mm X 841 mm;
  • A2: 420 mm X 594 mm;
  • A3: 297 mm X 420 mm;
  • A4: 210 mm X 297 mm;
  • A5: 148 mm X 210 mm;
  • A6: 105 mm X 148 mm;
  • A7: 74 mm X 105 mm;
  • A8: 52 mm X 74 mm;
  • A9: 37 mm X 52 mm;
  • A10: 26 mm X 37mm.

Os formatos mais utilizados no cotidiano e no segmento gráfico são A4, A5 e A6.

Textura

A superfície do papel tem diversas texturas: lisas, texturizadas, teladas, calandradas, porosas, entre outras. Essa característica também se refere ao grau de rigidez da folha. Além do efeito visual sofisticado que as texturas passam, também têm um efeito tátil interessante para os leitores.

Esses são os quatro fatores essenciais para serem avaliados na hora de escolher o tipo do papel. Agora, vamos falar um pouco sobre os mais aplicados dentro do segmento gráfico.

Principais tipos de papel

Offset

Um dos mais utilizados no mercado, ele tem um custo baixo, com acabamento poroso. As características marcantes desse tipo de papel são absorver mais tinta do que outros que não tem revestimento, além de possuir grande resistência contra a umidade. 

O offset é utilizado em materiais como timbrados, folhetos, envelopes, agendas, selos, cartazes, entre outros. As gramaturas mais comuns são 90 g/m²; 120 g/m².

Reciclato

Reciclado, composto geralmente por restos do papel offset,  é super-resistente. Muito adotado por empresas que estão preocupadas com meio ambiente e sustentabilidade. Sua principal diferença em comparação ao item anterior é a cor parda. Ele pode ser empregado nas seguintes peças: blocos de notas, cartões de visitas, papel timbrado, entre outros. Suas densidades são 90 g/m² e 120 g/m².

Couché

O queridinho das gráficas tem um ótimo custo-benefício, além de ser bastante liso, ter uma camada de revestimento adesivo e disponível nas versões com brilho e fosco. A primeira costuma deixar a coloração mais viva, porém pode dificultar a legibilidade do impresso. Por isso, normalmente é oferecida a opção do couché fosco. 

Ele também absorve maior quantidade de luz, proporcionando cores muito puras e entregando um ar refinado ao produto final. O couché é utilizado em cartões comemorativos, crachás, flyers e folhetos, tags, capas de livros, entre outros. Sua gramatura varia de 90 a 350 g/m².

Kraft

Usado com frequência para a produção de sacolas, embalagens e caixas. Possui uma aparência similar ao reciclato, principalmente por sua cor marrom. É altamente resistente, normalmente sem passar por nenhum processo de branqueamento e preserva a cor original. O kraft tem uma densidade que fica entre 30 e 115 g/m².

Agora que você já tem todas essas informações sobre os tipos de papel e qual é o melhor para o seu projeto, entre em contato com a D’Arthy Gráfica e peça um orçamento: (11) 4446-4600/darthy@darthy.com.br

Junte-se à discussão 3 Comentarios

Deixe um comentário