D'Arthy Gráfica

Jornal impresso: explore os bastidores da produção

Jornal impresso: explore os bastidores da produção

Recentemente houve uma migração do off para o online, principalmente na hora de acompanhar notícias. Não há nada mais rápido do que olhar a internet. Porém, com a chegada das fake news, o jornal impresso ganhou ainda mais credibilidade, no qual os leitores podem se informar com a certeza de que tudo que está escrito ali é verdade.

O jornal impresso existe desde 1605 e a forma de produzi-lo mudou muito desde então. Atualmente, ele tem uma variedade de cadernos, sendo que cada um conta com um público-alvo diferente. Para entender melhor como funciona a criação dessas publicações, trouxemos o passo a passo, desde a criação das pautas, passando pela redação das matérias e finalizando na impressão. 

Pautas

Antes mesmo de começar a fazer as matérias, é feita uma reunião de pauta dentro da redação do jornal. Ali, todos os jornalistas e editores dos cadernos do jornal se sentam e escolhem quais acontecimentos são os mais relevantes para o dia, o que vai entrar em qual página e qual será o tamanho das matérias.

Apuração e redação

Depois de ter as pautas definidas, é hora dos jornalistas da redação apurarem as informações sobre as matérias, com as assessorias de imprensa, fazendo pesquisas e entrevistando fontes. Essa é, geralmente, a parte mais demorada e trabalhosa, já que é necessário levantar os dados, escrever a matéria e enviar para o editor fazer a aprovação ou não da notícia. 

Fotografia

Depois de escrever a matéria, ou durante o momento da redação, é necessário selecionar uma foto para ilustração. Para isso, muitas vezes um fotógrafo é contratado ou a assessoria de imprensa envia imagens do que quer divulgar sobre o assunto que será divulgado, seja um lançamento, produto entre outros temas.

Diagramação

Após ter todas as matérias escritas e anúncios em mãos, os diagramadores têm o trabalho de fechar o jornal impresso para enviar para a gráfica. São eles que montam toda a arte  do material e colocam a publicação no formato certo, tomando todos os cuidados na hora de fechar o arquivo. 

Na hora de fechar o arquivo para enviar para a gráfica, alguns parâmetros devem ser observados com cautela, para não existir nenhum erro na hora da impressão do jornal. Começando pelas cores do documento, que precisam estar sempre em CMYK, pois esse é o padrão de cores utilizado para impressões. 

Os diagramadores também têm que tomar muito cuidado com as margens da publicação. Os textos não podem estar para fora da página, porque correm o risco de acabar cortados. Por isso, as pessoas que diagramam o jornal impresso sempre trabalham com uma margem de segurança. 

Por fim, na hora de fechar e salvar o arquivo, os profissionais sempre colocam o jornal final no formato PDF/X 1a:2001, que é o modelo que a maioria das gráficas aceita. Com isso, o jornal já está pronto para ser impresso!

Impressão

O passo final e mais importante na hora de montar o jornal é a impressão. Primeiro, é necessário informar em qual formato a peça de comunicação será impressa. No caso de jornais, existem algumas opções.

Standard: em inglês é conhecido como broadsheet, cujo termo é derivado das antigas páginas de sátira política. Esse formato de jornal impresso se tornou popular depois que o governo britânico passou a colocar impostos por páginas do jornal. Durante muitos anos, foi o modelo mais comum de jornal, popular ao redor do mundo. Porém, atualmente está caindo em desuso, com suas dimensões de 60×75 cm.

Berliner: o formato “médio” de jornal impresso, também é o mais popular na Europa, mas não ganhou muita notoriedade em outros continentes. Suas dimensões são 31,5 x 47 cm.

Tabloide: muitas pessoas acreditam que o menor tamanho de um jornal impresso é metade de um standard, porém o esse formato é a ainda menor, com suas dimensões de 28 x 43 cm. Atualmente ele é a dimensão mais utilizada na hora da produção dos jornais ao redor do mundo. 

CURIOSIDADE: o nome “Tabloide” é derivado do termo “jornalismo de tabloide” em que eram publicadas matérias condensadas, mais curtas do que as originais. Além disso, fora do Brasil os tabloides são conhecidos por suas histórias sensacionalistas e apelativas.

Depois de definir qual o tamanho do seu jornal impresso, o ideal é pensar em qual papel ele será impresso. No caso desse tipo específico de publicação, sempre é utilizado o famoso papel jornal. Esse tipo de papel é encontrado em diversas formas, mas na impressão de altas tiragens, o melhor é utilizar em rolos para prensas rotativas, que facilita o processo e imprime com maior velocidade.

Todos esses passos são essenciais na hora da montagem de um jornal impresso e é necessário ter cuidado especial em cada um deles. 


A D’Arthy é uma gráfica de alta tiragem, especializada na produção de tabloides de ofertas e muitos outros materiais: jornais, revistas, livros entre outros. Entre em contato conosco e solicite um orçamento: (11) 4446-4600 / darthy@darthy.com.br.

Deixe um comentário